O núcleo nominal do predicado

Padrão

Antes de vermos o que e predicativo, temos que entender o predicado e predicação verbal. O predicado é tudo aquilo que se informa a respeito do sujeito e a predicação verbal trata do modo pelo qual os verbos formam o predicado, isto é, se exigem ou não complementos.

Quando à predicação, os verbos podem ser:

a. INTRANSITIVO: são verbos de conteúdo significativo que, por terem sentido completo, não reclamam um complemento, podendo, portanto, constituir o predicado sozinho. Indica uma ação que fica retida no próprio verbo. Ex: Os ciclistas (sujeito) descansaram (verbo intransitivo), depois (predicado) do circuito.

b.  TRANSITIVO: são verbos de conteúdos significativos que, por terem sentido completo, reclamam um complemento, e por isso não são capazes de, sozinhos constituir um predicado;indica uma ação que passa do verbo para o complemento. Os verbos transitivos subdividem-se em:

Diretos: quando exigem um complemento sem preposição obrigatória (objeto direto). Ex: Os ciclistas (sujeito) compraram (verbo transitivo direto)novas bicicletas (objeto direto – Predicado).

Indiretos: quando exigem complementos com preposição obrigatória (objeto indireto). Ex: O barco (sujeito) necessita (verbo transitivo indireto) de reforma (objeto indireto- Predicado)

Direto e indireto: Quando exigem.complementos um sem preposição obrigatória (objeto direto) e outro com preposição obrigatória (objeto indireto). Ex: Pedro (sujeito) doou (verbo transitivo direto e indireto) terreno (objeto direto) aos necessitados (objeto indireto).

De ligação: são verbos que, não possuindo conteúdo significativo, servem como elemento de ligação entre o sujeito e seu atributo (predicativo do sujeito). Ex: Os alunos (sujeito) parecem (verbo de ligação) tranquilos (predicativo do sujeito). Os principais verbos de ligação são: ser, estar, continuar, permanecer, parecer, andar (ele anda feliz. 

Predicativo

É o temo da oração que funciona como núcleo nominal do predicado, a função do predicativo é atribuir uma característica ao sujeito  ou ao objeto; no primeiro caso teremos predicativos do sujeito; no segundo, predicativo do sujeito.

a. Predicativo do sujeito: é o elemento do predicado que se refere ao sujeito, mediante um verbo (de ligação ou não),com a função de informar algo a respeito do sujeito. Ex: o espaço (sujeito) é (verbo e predicado) infinito (predicado do sujeito).

b. Predicativo do objeto: é o termo do predicado que informa algo a respeito do objeto. Ex: O frio (sujeito) deixou ( verbo transitivo direto) a criança (objeto direto) gripada (predicativo do objeto).

Tipos de predicado

a. predicado verbal: é o predicado que tem como núcleo uma forma verbal, ou seja, um verbo ou locução verbal que indica ação. Ex: Eu fechei ( verbo transitivo direto) a porta (objeto direto) com força (predicado verbal)

b. predicado nominal: é o predicado que tem dois núcleos: um constituído de uma forma nominal ( substantivo, adjetivo, locuções adjetivas), ou pronominal (pronomes), indicando qualidade ou estado do sujeito. Ex: Santos continua (verbo de ligação) campeão (predicado do sujeito) em 2011 (predicado nominal)

c. Predicado verbo-nominal: é do predicado que tem como núcleos: um constituído de uma forma verbal indicando ação (verbo transitivo), e um construído de forma nominal (substantivos, adjetivos, locuções adjetivas) ou pronominal, indicando um predicativo. Ex: O trem chegou (verbo transitivo) atrasado (predicado do sujeito) à estação (predicado verbo-nominal).

termos integrantes da oração

os termos integrantes da oração são aqueles  que integram ou complementam o sentido de determinados nomes e verbos.  São eles os complementos verbais (objeto direto), o complemento nominal e o agente da passiva.

a. Objeto direto: é o termo da oração que complementa a significação de um verbo transitivo direto sem auxílio de preposição obrigatória. Ex: os alunos (sujeito) terminaram (verbo transitivo direto) o trabalho (objeto direto). objeto direto constituído por pronome oblíquo  os pronomes oblíquos  o, a, os, as, enquanto completos do verbo, funcionam como objeto direto, assim como me, te, se, nos, vos. Ex: O pai deixou (verbo transitivo direto) -as (objeto direto) em casa. 

objeto direto preposicionado– há casos em que o objeto direto pode vir introduzido por preposição, não exigida pelo verbo. O objeto de um verbo transitivo direto. Ex: Bebeu (verbo transitivo direto) do (objeto direto preposicionado) vinho português.

b. Objeto indireto: é o termo da oração que complementa a significação de um verbo transitivo indireto, sempre com auxílio de uma preposição obrigatória. Ex: A terra (sujeito) precisa (verbo) transitivo indireto) de ajuda (objeto direto).

objeto indireto constituído por pronome oblíquo – os pronomes oblíquos lhe, lhes, enquanto complementos do verbo, funcionam como me,se, te, nos, vos. Ex: A resposta (sujeito) não lhe (objeto indireto) interessava. (verbo transitivo indireto). 

c. agente da passiva: é aquele que exprime, nas estruturas da voz passiva analítica (construída com o verbo auxiliar ser), o agente da ação do verbo, sofrida pelo ser que ocupa a posição de sujeito da oração. Ex: O governo (sujeito) vendeu (verbo transitivo direto) as terras (objeto direto). [Oração na voz ativa]. / As terras (sujeito paciente) foram vendidas (verbo na voz passiva) pelo governo (agente da passiva). [ Transposição para a voz passiva].

d. Complemento nominal: é o termo da oração que se liga a um nome (substantivo, adjetivo ou advérbio), sempre através de preposição com a função de completar o sentido. Ex: tenho (verbo transitivo direto) saudade (objeto direto) da (preposição) infância (complemento nominal – complementa o sentido do substantivo saudade).

Termos acessórios da oração

todo termo que pode deixar de fazer parte da oração, sem prejuízo do seu entendimento, é acessório. São três os termos acessórios da oração: adjunto adnominal, adjunto adverbial e aposto,

Adjunto adnominal: Todo artigo, adjetivo, locução adjetiva, pronome adjetivo e numeral exercem a função de adjunto adnominal. Ex: Aqueles (pronome) dois (numeral) meninos (sujeito) estudiosos (adjetivo) saíram (verbo indireto). [Aqueles dois meninos = adjunto adnominal / meninos = núcleo do sujeito / meninos estudiosos saíram= adjunto adnominal].

Adjunto adverbial: É o termo que se liga a qualquer verbo, acrescentando-lhe ama circunstância. Todo termo que, na oração, vem representado por advérbios e locuções adverbiais é adjunto adverbial. Ex Ele fez o exame com tranquilidade ( adjunto adverbial de modo).

Aposto: É o termo que explica ou esclarece outro termo da termo da oração, qualquer que seja a função sintática deste. Ex: Santos, campeão da copa libertadores da América (aposto), em 2011, é euforia pura.

Tipos de aposto: Explicativo- Esta é Sofia, filha da guitarrista da banda Corcel II

Enumerativo – par vencer a vida são necessárias três qualidades: coragem, determinação e paciência.

Recapitulativo (resumidor) – internet, televisão, cinema, todos esses meios de comunicação influenciam o comportamento das pessoas.

Comparativo – As obras de Picasso estão nesse museu, o mais importante da América Latina. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s